i gave my life to a simple chord

terça-feira, setembro 10, 2002

Telegrama bem rapidinho

Eu?
Eu tô aqui.
Enfurnada em casa lendo lendo lendo um monte de coisas Bataille Baudelaire Pessoas e traduzindo Fantes e mais Fantes e bebendo to-dos-os-di-as e saindo com a Ilana e um monte de coisas boas demais acontecendo e outras lindas desacontecendo e murchando feito a florzinha no deserto e o filho da puta paradinho sem bater mas eu não-vou-pensar porque o resto é bom demais e nada vai me derrubar nunca mais enquanto eu sobreviver esta semana. Lançamento em Floripa, em Curitiba, ainda não sei quando, algo entre fim do mês e fim do outro mês. Com leituras de Fante, Leminski, Bukowski e Averbuck, haha. Idéia do Ilustre Acadêmico, que vai junto em todas. Eu e ele lendo e falando e bebendo, acho que o céu deve ser bem parecido com isso mas com mais gente lendo e bebendo.
Sem internet, sem telefone, sem o j do teclado banguela, mas com um pouco de dinheiro, bem pouco, e planos, milhares de planos por todos os lados e o Vida de Gato ficando lindo. Incomunico-me comigo nos últimos dias, dialeto interno demais para publicar, vida alheia envolvida, não, obrigada, não quero apanhar. Voltarei para casa e assim que conseguir me ouvir novamente, venho correndo para vocês que ainda me esperam. PT SAUDAÇÕES

.: Clara Averbuck :. 10:09 PM

Acesse os arquivos por aqui:

  • wanna find me?
  • miau?
  • me espalhe, sou uma peste
  • eu leio a bust