i gave my life to a simple chord

quinta-feira, julho 18, 2002

Threesome

Saudades de vocês dois. Meus dois noivos, meus namoradinhos e o outro deitado ao pé da cama, delirando nas pichações do meu quarto e fumando maconha enquanto eu reclamava da fumetice com meu ranço de velha.

Saudades, várias saudades de vocês dois quando íamos tão longe e ríamos tanto que a barriga doía e depois ríamos mais e tomávamos um gole de cerveja quente e ríamos mais ainda dos hippies da casa esquisita. Era tão legal, meninos, tão legal, que não entendo como acabou.

Saudades de um monte de coisas que não foram. Saudades de coisas que achei que seriam, eu e o futuro do pretérito. Ah, saudades de tudo, que foi e que não foi e poderia ter sido e do que foi diferente do que eu achava e da pureza que nunca mais volta depois que é maculada uma vez.

Saudades de tudo que foi puro e perdeu a santidade. Não gosto de coisas sagradas, não gosto de distanciamento, quero tudo perto, me tocando, me lambuzando. Por isso que estrago tudo, sempre. Porque preciso de carne, preciso tocar, coisas etéreas me deixam maluca, um monte de palavras flutuando na minha cabeça e trovejando, prontas para chover, mas não chovem. Quero ser como o asfalto molhado refletindo as luzes e espirrando poças quando os carros passam rápido demais. Quero que chovam tudo em mim para secar quando amanhecer. Quero tudo, senão não quero nada.

Saudades de vocês, meus queridos. Saudades de nós três.

.: Clara Averbuck :. 10:28 PM

Acesse os arquivos por aqui:

  • wanna find me?
  • miau?
  • me espalhe, sou uma peste
  • eu leio a bust