i gave my life to a simple chord

terça-feira, maio 14, 2002

Love burns

Estou perdendo, meu querido. Não sei o que fazer. Não tenho como me esconder de mim e não posso fugir de você. Quero sumir, quero fazer promessas quebradas e me arrepender e chorar. Rá, eu achei que sabia o que era morrer de dor. Achei que sabia o que era amor. Amor é uma merda. Amor cega, queima, dói, mata. Amor mata. Não é bonito, não é cor-de-rosa, não é fofo e florido. O amor é negro, um rombo preto, um buraco que te suga e de consome e acaba com toda a força pra depois cuspir um caroço morto. É inútil lutar; ele é mais forte e te engole sem piedade. Acaba com a vida de qualquer um, faz tudo ficar minúsculo, insignificante. Te deixa maltrapilho, de joelhos, com o rosto escondido entre mãos e os olhos e a garganta e o coração secos, até que você definhe e suma. Estou perdendo, meu querido. Sinto que estou perdendo. Já sei o que vem agora: vai-se o controle da minha vida, vai-se o controle da minha escrita, vai-se o controle. Vou querer arrancar os cabelos e gritar, mas vou fechar os olhos e sentir um triturador no peito, bem quietinha. Vou gritar pra dentro tão alto que todos os vidros se partirão. Vou soluçar quase em silêncio e você nem vai notar. O amor, esse idiota, atormenta qualquer pobre alma livre.

Enquanto isso, você dorme ao meu lado sem saber de nada. Oh, querido, se você soubesse, nunca teria aberto a porta, nunca teria me procurado, nunca teria deitado ao meu lado nem tirado suas roupas nem aberto seus braços. Agora não dá mais pra correr. Eu sei onde te encontrar. Agora estamos fodidos, my darling. Estamos fodidos. Esquece a escrita porque ela vem junto com a vida. Preciso viver. Preciso viver porque posso morrer. Estou fodida, completamente fodida, mas isso me faz respirar fundo e olhar direto pro sol. Queimo minha retina e dou risada. Dane-se. Nada queima mais do que o amor, ess e filho da puta egoísta, esse cão dos infernos. Agora eu sei: o amor é uma merda. Mas eu agüento.

.: Clara Averbuck :. 5:07 AM

Acesse os arquivos por aqui:

  • wanna find me?
  • miau?
  • me espalhe, sou uma peste
  • eu leio a bust